Educação financeira e povos indígenas

Embora as populações indígenas representem uma pequena parte da população mundial, seu conhecimento tradicional e sua relação com o ecossistema são muito valiosos para o desenvolvimento sustentável e a gestão ambiental. Na Amazônia[1], por exemplo, os territórios indígenas (e terras protegidas) são responsáveis ​​por 58% do armazenamento de carbono.

Na experiência da CVM, por meio de uma ação piloto no estado do Pará, observou-se, porém, que a comunidade indígena local pode ainda enfrentar desafios ao mapear os recursos oriundos das atividades desenvolvidas, bem como para poupar dinheiro e obter crédito. Nas crises econômicas, como a provocada pela COVID-19, os indígenas representaram o grupo com maiores perdas de renda, segundo levantamento (NERI, 2020). Tendo uma economia amplamente baseada na agricultura e no extrativismo, que pode ser convertida em renda coletiva, é importante olhar para sua produção e seu acesso ao capital.

Continue lendo…