O que determina a diferença de comportamento financeiro entre homens e mulheres?

Pesquisas demonstram, no geral, que mulheres são mais avessas a riscos e menos autoconfiantes que os homens, fatores que podem se relacionar ao considerar que condições biopsicossociais, como a autoestima, podem ser relevantes para a tolerância ao risco[1]. Somando-se isto tudo ao fato de mulheres ganharem menos que homens[2], é mais fácil entender sua tendência a realizar em investimentos de baixo risco ou mesmo de não investir.

Beckmann e Menkhoff (2008) determinam que teoria da autoconfiança feminina inferior não se prova verdadeira no caso de mulheres que trabalham no setor financeiro e cuja relação com o risco está também associada ao nível de experiência e de educação financeira. Lusardi e Mitchell (2008) complementam, considerando que mulheres que possuem mais letramento financeiro planejam melhor. Continue lendo…