Há diferença no comportamento financeiro entre homens e mulheres?

Historicamente, as mulheres tiveram sua inserção tardia no mercado de trabalho, quando comparadas aos homens e, por isso, não é incomum ver que questões financeiras impactam de forma diferente homens e mulheres. Uma análise das diferenças de comportamento relativo à poupança entre os gêneros, no Estados Unidos, conclui que mulheres normalmente possuem menos dinheiro guardado que homens (Fisher, 2010).

A renda acumulada das mulheres pode ser menor pois passam mais tempo aposentadas, graças a sua expectativa de vida mais elevada. Além disso, como o salário e normalmente o tempo de trabalho são menores (relacionados com cuidado do lar e da família), consequentemente a quantia guardada pode ser inferior também. Continue lendo…

Mulheres estão adiando a aposentadoria?

Pesquisas no Estados Unidos mostram que, no país, as mulheres têm procurado se manter no mercado de trabalho por mais tempo. Em 2016, as pesquisadoras Annamaria Lusardi e Olivia Mitchell, analisando amostras de mulheres obtidas de um censo nacional, perceberam que mulheres nas faixas de idade de 51-56 e 57-61 são mais propensas a estarem trabalhando que amostras da mesma idade obtidas em 1992, quando controlados outros fatores.

Ao analisar também as amostras mais recentes de mulheres próximas à aposentadoria, viu-se que estas também têm mais débitos que as amostras anteriores e que isso pode estar associado à intenção de trabalhar por mais tempo. Além do aumento das dívidas, houve uma redução no número de mulheres com dinheiro poupado. Continue lendo…