Tag Archives: economiacomportamental

O que Há de Novo na Edição 2016 do BE Guide?

A versão deste ano do Behavioral Economics Guide já está disponível para download.  Enquanto as edições passadas tratam da teoria (2014) e da prática (2015), o intuito desta (2016) é fornecer diferentes perspectivas e falar das mais recentes inovações no campo da Economia Comportamental.

Quem faz a introdução é Gerd Gigerenzer, psicólogo alemão que estuda o uso de heurísticas na tomada de decisões. O Guia traz ainda uma seção de perguntas e respostas com Richard Thaler e Varun Gauri, artigos e estudos de caso por autores de ciências comportamentais aplicadas, um glossário de conceitos de Economia Comportamental e listas atualizadas de eventos, cursos e publicações.

Continue lendo

Para onde vai a Economia Comportamental?

De onde veio e para onde vai a Economia Comportamental? Para responder a essa pergunta, Magda Osman examina as origens dessa ciência e seu parentesco com a Psicologia, partindo do princípio de que o futuro de ambas se move na mesma direção.

Em seu artigo intitulado Behavioral Economics: Where is it heading?, Osman analisa o conceito de Economia Comportamental, mostrando como ele variou ao longo do tempo, porém mantendo, como eixos centrais, a sólida fundamentação empírica da disciplina e o foco no estudo dos processos psicológicos.

Continue lendo

Behavioural Economics na Financial Conduct Authority (FCA) do Reino Unido

A FCA é um dos órgãos reguladores que passou a aplicar insights de Economia Comportamental em sua atuação. Para quem não conhece, trata-se de entidade responsável pela supervisão dos serviços financeiros no Reino Unido, tendo como objetivos:  proteger consumidores; assegurar a estabilidade da indústria financeira; e promover a competição entre provedores de serviços financeiros, detendo, para tanto, poderes para investigar e punir os infratores às suas normas.

Trata-se de entidade recentemente criada, é verdade, mas que herdou uma longa tradição educacional e de pesquisa da FSA – Financial Services Authority. Em 2013, a FSA foi desmembrada em duas entidades reguladoras: a já mencionada FCA e a Prudential Regulation Authority – PRA, que é parte do Banco da Inglaterra, a qual é responsável pela regulação prudencial e supervisão de bancos e outras entidades.

Em abril de 2013, a FCA publicou o relatório (Ocasionnal Paper nº 1), intitulado “Applying behavioural economics at the Financial Conduct Authority” (ou “Aplicando economia comportamental na FCA”, em uma tradução livre). O trabalho sintetiza algumas das principais lições da economia comportamental para os mercados financeiros, segundo a visão do regulador britânico, apontando como os indivíduos podem cometer erros muitas vezes previsíveis na escolha e na utilização de produtos e serviços financeiros, bem como, de que forma as instituições reagem ou respondem a esses equívocos.

Continue lendo