Tag Archives: behavioural insights

Usando insights comportamentais para aprimorar o prospecto de ofertas públicas

 

Inovações, tendências e sustentabilidade na regulação do mercado de capitais serão os temas do seminário promovido pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) no dia 7 de dezembro.

O evento contará com um painel sobre a aplicação de insights comportamentais na regulação do mercado de capitais. Neste, haverá apresentação da pesquisa do CFA Institute (link para site externo) sobre novo modelo de resumo de prospecto incorporando insights das áreas de economia comportamental e finanças comportamentais, com destaque para a questão do enquadramento no design da informação. Em seguida ocorrerá um debate acerca de insights científicos sobre como pessoas compreendem informações e tomam decisões, em particular, considerando:

  • a padronização para melhorar a comparabilidade;
  • o aumento do uso de imagens para melhorar a compreensão;
  • ênfase na saliência; e
  • design que promova a compreensão em monitores e dispositivos móveis.

Além disso, serão realizados outros painéis de debates, que envolverão temas de importância dos mercados de capitais:

  • Inovações financeiras e Regulação
  • Avaliação de impacto das políticas públicas
  • Investimento de impacto
  • Infraestrutura: uma alavanca para o desenvolvimento sustentável
  • Formulário de Referência, metas de desenvolvimento sustentável (SDGs) e iniciativa de relatório global

Durante o evento, também será celebrado o aniversário da Autarquia, que completará 42 anos.

 Como participar

Inscreva-se, gratuitamente, pelo formulário online (link para site externo).

Serviço

2º Seminário Brasileiro de Sustentabilidade e Investimento
Data: 7/12/2018
Hora: 8h30 às 18h
Local: a ser confirmado
Inscrições: formulário online (gratuito) – link para site externo

 

Laboratório de Capacidades Financeiras – Parte I

 

No mês de Maio de 2018, foi publicado pelo Money Advice Service, em parceria com o Behavioural Insights Team (BIT) e o Instituto Ipsos MORI, o relatório “A behavioural approach to managing money: Ideas and results from the Financial Capability Lab [1]”.

O Financial Capability Lab faz parte de um projeto mais amplo, o Financial Capability Strategy, um plano de dez anos desenhado para incentivar uma mudança de hábito na forma como os britânicos gerenciam seu dinheiro.

O Laboratório é financiado pelo What Works Fund que visa desenvolver novas políticas baseadas na ciência comportamental, usando a expertise e o conhecimento da Equipe de Insights Comportamentais (BIT). Algumas ideias foram elaboradas para que se pudesse criar uma lista de projetos e testá-los em campo antes de escalar o seu alcance. Foram criadas mais de 240 novas ideias e o laboratório testou 17 delas. Esta semana, o blog abordará duas das ideias testadas no laboratório e seus resultados, relatando o restante do material em outras publicações.

Continue lendo

E-mails informativos são capazes de aumentar a contribuição previdenciária?

A Mathematica Policy Research, em abril de 2017, publicou o estudo denominado “Using Behavioral Insights to Increase Retirement Savings”[1], que estudou formas de aumentar o nível de poupança para aposentadoria dos funcionários do Departamento de Trabalho dos Estados Unidos (DOL) com o uso de “insights” comportamentais.

Dado que, pelo plano de aposentadoria Thrift Savings Plan – TSP, o governo americano deposita o mesmo valor da contribuição mensal do servidor (benefício também conhecido como “matching”) em sua conta de aposentadoria individual até o limite de 5% do salário, é de se esperar que ele aproveite plenamente esta vantagem. Entretanto, em 2015 mais de 25% dos funcionários públicos do DOL contribuíram abaixo desse limite, o que abriu espaço para uma intervenção comportamental. Logo, a pesquisa procura entender se e-mails informativos são capazes de influenciar as pessoas a pouparem mais. Continue lendo

Insights Comportamentais e Políticas Públicas

Na área financeira, os programas governamentais têm sido desenhados tradicionalmente com base em modelos econômicos que consideram os seres humanos como agentes racionais e os mercados como eficientes em relação à informação.

Resumidamente, isso significa acreditar que as pessoas procuram sempre maximizar valor em qualquer tomada de decisão e que, olhando apenas as informações publicamente disponíveis no momento do investimento, ninguém consegue alcançar retornos superiores à média do mercado de modo consistente.

No entanto, estudos sobre comportamento financeiro vêm relativizando a crença na racionalidade das decisões financeiras, além de apontar que os mercados podem não ser assim tão eficientes quanto se imagina.

Continue lendo

Nova Edição da Behavioural Exchange em 2015

A nova edição da Behavioural Exchange, que no ano passado foi realizada em Sidney (BX2014), acontecerá este ano em Londres, nos dias 2 e 3 de setembro. A BX2015, como é apelidada a conferência, contará com alguns dos maiores nomes da área, além de formuladores de políticas públicas e outros profissionais.

Continue lendo