Durante o Seminário de Regional sobre Novas tendências em Educação Financeira, em dezembro de 2016, foi apresentada a palestra da Professora Lina Nascimento, que implantou um projeto de Educação Financeira para crianças do Jardim de Infância da Vila do Bispo, uma cidade do interior de Portugal.

Esta semana trazemos um resumo do projeto, a íntegra da palestra e uma breve entrevista com a professora.

Lina Nascimento é professora do Jardim de Infância em Portugal e assumiu o desafio de ensinar Educação Financeira para sua turminha de crianças de 3 a 5 anos, moradoras de uma cidade do interior – a Vila do Bispo.

E ao se perguntar por onde começar, não teve dúvida: começou pelo fim, pedindo que a criançada elegesse um  sonho a ser realizado. E eles, iniciantes em tudo, mas não na capacidade de imaginar, escolheram logo dois desejos: dormir com os golfinhos e visitar a Kidzânia.

Assim ficou estabelecido o fio condutor do projeto: as atividades de poupar, investir e doar como os meios para transformar sonhos em realidade. E também a primeira lição: a importância de estabelecer objetivos para o dinheiro a ser ganho e guardado.

A fim de dar maior concretude às atividades, foram criados 3 personagens:

  • Pradar: o solidário e colaborador, representando a responsabilidade social e o senso de comunidade, por meio da doação
  • Investe: a dinâmica e empreendedora, personificando a capacidade de multiplicar por meio do investimento (de dinheiro, tempo ou esforço)
  • Poupas: o responsável e intocável, encarnando a concretização do sonho, através da disciplina e do planejamento

A partir daí as crianças se envolveram em diversas atividades. Fazendo bolos para vender, por exemplo, aprenderam que o  trabalho tem um valor expresso em dinheiro; tiveram o primeiro contato com o conceito de lucro; experimentaram ter que resistir a tentações; compreenderam a diferença entre caro e barato, necessidade e desejo, despesa e rendimento.

Ao cuidar de uma horta, por outro lado, aprenderam noções como o tempo de amadurecimento das coisas e a importância da dedicação para alcançar um resultado.

Ao confeccionarem presentes para crianças doentes tiveram a oportunidade de desenvolver o altruísmo e de perceber a importância de cada indivíduo dar sua contribuição para a comunidade.

Com isso, os meninos e meninas foram não só entrando no reino da Educação Financeira, mas assimilando seus conceitos básicos de modo integrado com as outras áreas da vida, através de experiências práticas.

Outro grande mérito do projeto foi ter conquistado forte apoio da comunidade local, o que foi mais uma lição para os garotos, já que a atividade financeira não deve ser vista como algo individual e isolado, mas parte da vida em sociedade.

Finalmente, depois do projeto, as crianças da Vila do Bispo podem se orgulhar de terem uma bela história para contar, sobre como conseguiram realizar alguns de seus sonhos, ainda tão pequenas, por meio do próprio esforço.

Veja a seguir a palestra completa da professora durante o Seminário de Regional sobre Novas tendências em Educação Financeira, em dezembro de 2016, e a entrevista para o blog. Aguardamos seus comentários!

Entrevista

Palestra

3 thoughts on “Sonhamos e…Lá Vamos! Uma Iniciativa de Educação Financeira no Interior de Portugal

  1. Boa noite!

    Esta seria uma das melhores ferramentas para as crianças aprenderem a utilizar o dinheiro de forma prudente. E quando se tornarem adultos, desfrutar desse conhecimento!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *