Este blog é desenvolvido no âmbito da Coordenação de Estudos Comportamentais e Pesquisa (COP), da Superintendência de Proteção e Orientação aos Investidores (SOI).

No entanto, não podemos deixar de agradecer a colaboração de inúmeros parceiros, sem os quais a realização deste blog e dos vários projetos em curso seria muito mais difícil e certamente menos enriquecedora, em especial os integrantes do Núcleo de Estudos Comportamentais (NEC) da CVM.


 

Núcleo de Estudos Comportamentais – NEC

O NEC é um comitê formado por especialistas em ciências sociais e comportamentais convidados pela CVM, atuando de forma voluntária e não remunerada, com o objetivo principal de oferecer reflexões, sugestões, críticas, recomendações e subsídios técnicos, baseados em evidências e conhecimentos de Economia Comportamental, Neurociências, Pedagogia, Psicologia Econômica e Psicologia Social, entre outros, que contribuam para o aprimoramento da eficiência e efetividade das políticas de educação financeira, incluindo informação e orientação ao investidor.

Para mais informações sobre o NEC, consulte a Deliberação CVM nº 720, de 25 de abril de 2014.

Os membros da atual composição do NEC foram nomeados, através da PORTARIA/CVM/PTE/Nº 134, DE 15 DE SETEMBRO DE 2016, para um mandato de 2 anos:

CAROLINE BUAES
DANIEL MOGRABI
JERSON LAKS
MARCO BONOMO
VALESKA MARINHO
VERA DAMAZIO
VERA RITA DE MELLO FERREIRA

E-mail do NEC: nec@cvm.gov.br

Regras do NEC: Regras_Conduta_NEC-CVM

Além dos membros do NEC, a CVM também conta com outros importantes colaboradores, por meio de convênios firmados com instituições de ensino e pesquisa, como a Universidade de Stirling (convênio assinado em abril de 2016).

Um dos importantes frutos dessa parceria é o estudo que busca correlacionar comportamento financeiro e traços de personalidade, desenvolvido pela COP/CVM em parceria com Stirling, apresentada na 4ª Conferência de Ciências Comportamentais e Educação do Investidor em 2016.

Uma das iniciativas propostas no âmbito do NEC é a criação do Grupo de Estudos de Antropologia das Finanças (GEAF), organizado pelo Núcleo de Pesquisas em Cultura e Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (NuCEC-UFRJ) e pelo Centro Educacional CVM-OCDE de Letramento Financeiro para América Latina e Caribe. O grupo pretende servir como um espaço de diálogo e aprendizagem sobre a produção das ciências sociais, especialmente a sociologia e a antropologia, relativa ao mundo das finanças, seus variados mercados e suas pessoas, práticas monetárias e os usos do dinheiro pelos indivíduos, bem como as práticas de poupança e investimento de coletivos sociais e políticas governamentais que tratam do endividamento e da regulação dos mercados.

Inicialmente, as atividades do GEAF serão promovidas sob a forma de sessões de discussões em torno de textos pré-determinados. O conjunto de leituras selecionadas para as sessões visa introduzir algumas das principais obras produzidas nas ciências sociais sobre os temas de interesse do Grupo, nos últimos 15 anos no Brasil e no exterior. As discussões terão sempre como ponto de partida a comparação das leituras apresentadas com as perspectivas mais usuais para analisar esses temas, como aquelas formuladas pela ciência econômica ou pelo Direito. Maiores informações sobre o GEAF podem ser encontradas na página do NuCEC-UFRJ.