Monthly Archives: junho 2015

XII Concurso de Artigo e Monografia da CVM e da BM&FBOVESPA

Estão abertas as inscrições para o XII Concurso de Artigo e Monografia da CVM em conjunto com a BM&FBOVESPA.

O concurso é destinado a estudantes universitários e recém-formados, de cursos de graduação reconhecidos pelo MEC, e tem como objetivo estimular a pesquisa sobre o Mercado de Capitais e premiar a produção acadêmica na área.

O estudante tem duas opções de categorias para se inscrever: Financeira, destinada a universitários de qualquer curso de graduação; e Jurídica, restrita aos estudantes de Direito. O vencedor de cada categoria ganhará um computador.

Os temas também são dois:

  1. Crescimento das pequenas e médias empresas através do mercado de capitais brasileiro; e
  2. Gestão de risco financeiro nas empresas brasileiras.

De acordo com o regulamento, o cronograma do concurso é o seguinte:

  • 22/06/2015: início do envio de artigos e monografias
  • 30/11/2015: data limite para apresentação das declarações
  • 31/11/2015: prazo final para o envio dos trabalhos
  • Até 29/02/2016: divulgação do resultado do concurso
  • Até 30/04/2016: solenidade de premiação dos vencedores

Se você é universitário ou recém-formado, aproveite a chance para testar seus conhecimentos do Mercado e sua capacidade de expressão escrita. De quebra, pode ganhar um computador e acrescentar essa premiação ao seu currículo.

Se é leitor do nosso blog, divulgue essa ideia!

Behavioral Economics Guide 2015 Disponível para Download

Já está disponível para download gratuito a versão 2015 do Behavioral Economics Guide, que este ano tem sua introdução escrita por Dan Ariely, um dos expoentes das Finanças Comportamentais e autor de vários livros sobre o assunto.

Além da introdução, o guia é dividido em 3 partes: a editorial, a dedicada às fontes do conhecimento e a destinada à aplicação.

Continue lendo

CVM Utiliza Redes Sociais para Estimular o Hábito de Poupar

Nesta segunda-feira, dia 22 de junho, durante a cerimônia de premiação do 2º Concurso Cultural de Redação e Vídeo, será lançado o 1º Concurso Cultural CVM – Poupança e Investimento, com o tema “Meu Pé de Meia”, cujo regulamento está disponível no Portal do Investidor.

O objetivo é chamar atenção para a importância de poupar e assim contribuir para a mudança de comportamento do brasileiro em relação às suas decisões de consumo, poupança e investimento.

De 1º de julho a 30 de setembro, os interessados em participar poderão enviar à CVM posts e vídeos contendo histórias reais ou ficcionais sobre o uso do dinheiro, a importância de formar reservas financeiras para realizar objetivos de vida ou outros assuntos que levem à reflexão sobre o tema.

Cada participante poderá concorrer com até 5 vídeos e 5 posts, bastando enviá-los (juntamente com seu nome completo, e-mail e idade) por mensagem inbox  na página da CVM Educacional no Facebook. Se o autor for menor de idade, o nome do responsável também deverá ser enviado.

Os 3 vídeos e 3 posts que receberem o maior número de curtidas e compartilhamentos até 10/10/2015 serão classificados para a etapa final, na qual uma Comissão Julgadora selecionará o melhor trabalho de cada categoria: post e vídeo.

Os 2 vencedores serão premiados com um iPad cada, em cerimônia realizada no Rio de Janeiro, no dia 30 de outubro – uma iniciativa em comemoração ao Dia Mundial da Poupança, festejado anualmente no dia 31 de outubro.

A ideia é deixar um pouco de lado a linguagem técnica do mercado financeiro e fazer o público das redes sociais pensar sobre o tema de forma leve, descontraída, cômica, inovadora ou até mesmo inusitada, gerando identificação com as situações apresentadas e sensibilizando a população para a importância de formar um “pé de meia”.

Pesquisa da FINRA Analisa Aspectos Psicológicos das Fraudes Financeiras

A FINRA Investor Education Foundation, fundação americana dedicada à educação financeira, realizou uma pesquisa para entender quais os custos indiretos e os aspectos psicológicos relacionados às fraudes financeiras do ponto de vista das vítimas.

A pesquisa, intitulada “Non-Traditional Costs of Financial Fraud”, foi respondida por 600 americanos, a partir de 25 anos, de ambos os sexos, de diferentes perfis demográficos e vítimas de golpes, a respeito das consequências não financeiras do golpe sofrido.

Continue lendo