A percepção de risco pode ser afetada por vieses?

Já sabemos que os vieses comportamentais podem afetar nossas decisões financeiras, mas e quanto a nossa percepção de risco?

Em seu artigo, intitulado Risk Profiling Through A Behavioral Finance Lens, Michael Pompian (CFA), aponta certas falhas no processo padrão para avaliar o perfil de risco do investidor e defende a necessidade de analisar a tolerância a risco sob o prisma das Finanças Comportamentais.

Fizemos um breve resumo do artigo para quem tiver interesse em saber um pouco mais sobre o assunto.

Continue lendo

A Informação Curta e Objetiva É Sempre Fácil de Entender?

Regular a divulgação de informações é suficiente para garantir a proteção do investidor? Uma única solução é capaz de proteger todos os investidores? Até que ponto é possível prever a resposta do investidor à divulgação de um produto financeiro?
As perguntas acima foram tiradas do Relatório da IOSCO, que aponta as variações individuais como um dos principais obstáculos no uso das ciências comportamentais para proteger os investidores.

Continue lendo

Robôs de investimentos contra a inércia?

Dentre os possíveis erros sistemáticos no momento da decisão – chamados de vieses – , há aquele conhecido pela tomada de decisão por inércia, ou o viés do Status Quo (status quo bias). Ou seja, é a nossa tendência a manter as coisas como estão, mesmo que mudar possa ter melhores resultados.

Imagine, por exemplo, que seu pai tenha feito uma previdência em seu nome quando você nasceu e que por muitos anos esse dinheiro está lá investido. Você cresceu, o tempo passou, mas aquele dinheiro continua lá, confortavelmente acomodado numa aplicação, com uma rentabilidade abaixo do que poderia ter em produtos semelhantes.

Decisões por inércia acontecem nos mais diversos aspectos da vida: profissional, amorosa, cuidados pessoais e, também, relacionadas às decisões financeiras. Cursos sobre finanças pessoais e consultorias financeiras nos ajudam a sair da inercia, mas e se um robô de apoio às decisões financeiras pudesse nos ajudar?

Continue lendo

Como está a performance do investidor individual no mercado de ações brasileiro ?

Como está a performance média do investidor que opera diretamente no mercado de ações brasileiro ?  

Em novembro de 2018, a CVM realizou, na cidade de São Paulo, a IEC -Conferência de Ciências Comportamentais e Educação do Investidor. Este evento anual traz uma série de atividades e palestras sobre estudos comportamentais e educação financeira a fim de aprimorar as ações de proteção e orientação do investidor brasileiro e discutir novas formas de incentivar a formação de poupança no país.

Dentre as palestras, Bruno Giovannetti (EESP-FGV) apresentou o tema “The poor performance of individuals in the Brazilian stock marcket” – “A baixa performance dos indivíduos no mercado de ações brasileiro”.

A pesquisa analisou o comportamento dos investidores individuais, aquele que compra ações em pequenas e médias quantidades. A pesquisa foi dividida em dois blocos principais: buy-to-hold¹ e day-traders².

Continue lendo

A forma de apresentação da informação contábil pode auxiliar na tomada de decisão do investidor ?

Em novembro de 2018, a CVM realizou, na cidade de São Paulo, a IEC – Conferência de Ciências Comportamentais e Educação do Investidor. Este evento anual traz uma série de palestras sobre estudos comportamentais e educação financeira a fim de aprimorar as ações de proteção e orientação do investidor brasileiro e discutir novas formas de incentivar a formação de poupança no país.

Bianca Checon, Doutora em Ciências Contábeis, apresentou alguns dos principais resultados da sua excelente tese – “Atenção limitada, o uso da informação contábil e seus impactos na tomada de decisão de investimento individual” (título em português). Continue lendo

Como uma cidade na Inglaterra fez com que moradores inadimplentes pagassem os tributos atrasados

Em abril de 2018, os autores Chris Larkin, Michael Sanders, Isabelle Andresen e Felicity Algate lançaram o artigo Testing Local Descriptive Norms and Salience of Enforcement Action: A Field Experiment to Increase Tax Collection¹. O trabalho trata de um experimento de campo realizado com a o auxílio da administração pública local do sudeste da Inglaterra. O objetivo do projeto era testar se é possível incentivar um aumento na taxa de pagamento a um tributo local, denominado “Council Tax²”, por meio de duas intervenções comportamentais realizadas via cartas-lembrete.

Continue lendo

Usando insights comportamentais para aprimorar o prospecto de ofertas públicas

 

Inovações, tendências e sustentabilidade na regulação do mercado de capitais serão os temas do seminário promovido pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) no dia 7 de dezembro.

O evento contará com um painel sobre a aplicação de insights comportamentais na regulação do mercado de capitais. Neste, haverá apresentação da pesquisa do CFA Institute (link para site externo) sobre novo modelo de resumo de prospecto incorporando insights das áreas de economia comportamental e finanças comportamentais, com destaque para a questão do enquadramento no design da informação. Em seguida ocorrerá um debate acerca de insights científicos sobre como pessoas compreendem informações e tomam decisões, em particular, considerando:

  • a padronização para melhorar a comparabilidade;
  • o aumento do uso de imagens para melhorar a compreensão;
  • ênfase na saliência; e
  • design que promova a compreensão em monitores e dispositivos móveis.

Além disso, serão realizados outros painéis de debates, que envolverão temas de importância dos mercados de capitais:

  • Inovações financeiras e Regulação
  • Avaliação de impacto das políticas públicas
  • Investimento de impacto
  • Infraestrutura: uma alavanca para o desenvolvimento sustentável
  • Formulário de Referência, metas de desenvolvimento sustentável (SDGs) e iniciativa de relatório global

Durante o evento, também será celebrado o aniversário da Autarquia, que completará 42 anos.

 Como participar

Inscreva-se, gratuitamente, pelo formulário online (link para site externo).

Serviço

2º Seminário Brasileiro de Sustentabilidade e Investimento
Data: 7/12/2018
Hora: 8h30 às 18h
Local: a ser confirmado
Inscrições: formulário online (gratuito) – link para site externo